5 HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO PARA MOTIVAR VOCÊ

.

“Boas coisas acontecem para quem espera. As MELHORES coisas acontecem para quem se levanta e faz!”

Perseverança, luta, planejamento, insistência, sonho, desejo, força de vontade… é tudo isso que essas pessoas incríveis representam. Exemplos de pessoas que acreditaram nos seus sonhos, correram atrás e chegaram lá! E nada melhor do que histórias inspiradoras para ajudar você a recuperar suas forças quando bate a incerteza ou o desânimo, né? 😉

Se você ainda não tem nem noção da carreira que quer seguir, aproveite pra ler o post CARREIRA DE SUCESSO: DICAS PARA UMA ESCOLHA CONSCIENTE. Vamos te ajudar a clarear as ideias. 🙂

.

Treino ENEM grátis

.

Thompson Vitor | 15 anos | Rio Grande do Norte

1º colocado do IFRN aos 15 anos! Salvo pelos livros, ele nunca virou uma noite estudando.

foto1 copy

Thompson é um menino de origem muito humilde e poderia ter passado muito longe dos estudos, mas a leitura transformou sua história.

Ele passou a infância na favela de Maré, na periferia de Natal, e sua mãe, Rosângela, catava lixo para sobreviver. Desde quando ele era pequeno, ela quis oferecer o que de melhor uma criança pode receber: livros! Procurava-os no lixo dos bairros nobres e lia o pouco que sabia para ele. ”Não sabia ler muito, mas os enchia de leitura e eles iam tomando gosto”, conta ela.

Esse hábito fez com que Thompson desenvolvesse uma certa facilidade para aprender e isso ajudou muito quando ele chegou no colégio. Com apenas 15 anos e estudando só 2 horas por dia, ele foi aprovado no curso técnico de Multimídia do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte) com sua nota ENEM. Ele tirou 846 pontos de 1.000 e levou o primeiro lugar das 2.400 vagas ofertas pelo SISU.

Mesmo sem terminar o Ensino Médio, ele conseguiu se matricular no curso onde passou e ainda diz que pretende cursar Direito em uma próxima oportunidade. Viu como é possível planejar um passo de cada vez? 

 .

Gustavo Torres da Silva |  17 anos | São Paulo

Do Capão Redondo para o MIT! Ele passou direto na USP, UFSCAR e em uma das mais cobiçadas faculdades dos EUA

foto2 copy

Filho de um técnico em elétrica e de uma cuidadora de idosos, Gustavo estudou em uma escola pública, até que uma professora percebeu seu potencial e o convidou para participar de uma olimpíada de matemática. Foi aí que ele conseguiu uma bolsa de estudos no Colégio Santo Américo e também em um curso de inglês, por meio do programa Ismart. O instituto apoia estudantes de baixa renda e oferece bolsas em colégios particulares de excelência. Top, não? 🙂

Motivado, ele se esforçou muito nos últimos meses do 3º ano do ensino médio. Acordava cedo, estudava no caminho da escola, onde ficava período integral, sempre estudando entre os intervalos e ainda aproveitava a parte da noite em casa, para estudar o que faltou. “Quando eu chegava em casa, estudava até de madrugada para acordar às 5h de novo”, conta ele.

Mas valeu a pena: o resultado disso foi a aprovação na USP e na UFSCAR, em São Paulo, além da aprovação no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), nos Estados Unidos!

Ele quer prestar Computação ou Engenharia Elétrica, mas ainda não decidiu pra onde vai porque está esperando algumas respostas de outras universidades nos Estados Unidos, como Harvard, Columbia, Duke, Cornell e Pennsylvania. Se não passar em todas, a missão já estará cumprida: “Na pior das hipóteses, se a pessoa não conseguir passar na faculdade que sonhou, pelo menos vai ter investido tempo em uma coisa que realmente gosta e que faz sentido para ela”. Já pensou nisso?

 .

Karina Caciola | 20 anos | São Paulo

Dedicação máxima e estudos em período integral..resultado? Medicina na UNIFESP!

foto3 copy

Seu sonho de fazer medicina não podia ser deixado pra trás! Com isso na cabeça, Karina estudou muito para conquistar o primeiro lugar no curso da UNIFESP. O plano começou trocando a escola do seu bairro por um Ensino Médio focado no vestibular. Ela foi aprovada 2 vezes na UFRJ e UFTM para Engenharia e na Santa Casa para Medicina. Nem cogitou mudar de cidade, pois os seus pais ficariam longe e não era o que ela queria.

“A UFTM fica em Minas Gerais e achei que poderia ficar em São Paulo mesmo, perto da minha família. Já a Santa Casa, meus pais não teriam condições de pagar. Talvez com o Fies. Mas era mais seguro tentar uma pública”, explica.

Por isso, persistiu ainda mais e encarou 2 anos de cursinho, com máxima dedicação! Seu único lazer era dormir. Todos os dias, inclusive sábado e domingo, ela estudava com o mínimo de intervalos possível. Mas valeu a pena: ela finalmente passou na tão sonhada UNIFESP, com concorrência de 125 candidatos por vaga! Agora é hora de rever a turma, voltar a tocar seu piano e fazer o que realmente gosta.

.

Maria das Mercês da Silva | 66 anos | Porto Alegre

Ela voltou a estudar por causa do neto e se realizou no EJA (Educação de Jovens Adultos)

foto4 copy

A Maria passou por diversas dificuldades quando era menor. Veio de uma família conservadora, onde o pai pensava que meninas não deveriam estudar, pois era coisa de homem. Ela então cresceu sem saber ler e escrever.

Após vários anos se passarem, tornou-se avó e agora trabalha como faxineira. Seu neto Felipe, de 10 anos, a incentivou a ir estudar. “Vovó, vamos para a escola! Vai ser bom para você. Você vai aprender e vai me ensinar”, incentivava ele.

E não é que ela foi? Hoje está cursando o 2º período do EJA (Educação de Jovens e Adultos), e está no equivalente ao 4º e 5º ano do Ensino Fundamental, mesmo ano em que estuda seu neto, na rede municipal de Curitiba. Antes, dona Maria tinha medo até de andar de ônibus por não saber ler o destino. Hoje, ela vai para a escola com o Felipe, que não deixa ela faltar nenhum dia. Lição de vida? Nunca é tarde demais! 😉

 .

Luiz Alberto Ibarra | 85 anos | Porto Alegre

Superando o preconceito, ele voltou à faculdade e realizou o sonho de cursar Direito.

foto5 copy

Se você acha que não tem mais idade para mudar de carreira, é porque não conhece a história sensacional do Luiz, de 85 anos. Quando mais novo, seguiu o caminho da agronomia e também trabalhou como jornalista. Trabalhou nas duas áreas, se aposentou e, ainda assim, não estava satisfeito. Alguma coisa faltava…

Foi aí que decidiu fazer Direito, uma vontade que tinha desde jovem e que nunca se concretizou. “Será que a gurizada vai me aceitar?”, se questionava ele. Mas o sonho foi maior que a preocupação e ele então entrou na FADERGS (Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul).  Em uma sala de aula lotada de jovens, ele não se sentiu intimidado. Acha graça por ser o “vovô” da turma! Nas aulas, sempre questiona e participa, levanta a mão e tira dúvidas. Se conseguir concluir todas as disciplinas, Luiz vai se tornar bacharel aos 90 anos. E você achando que já passou da idade? Nada disso.

 .

Qual é o seu sonho? Com um bom planejamento e bastante persistência, chegar lá é só uma questão de foco. Trace um plano de vida e faça desse o #AnoDaVitória!

Comentários

Comentários

Simulados ENEM, Simulados FUVEST, Provas Anteriores ENEM, Provas Anteriores Vestibular, Prêmios, MISSU, Missão Universitário, simulados online com gabarito, simulados online ENEM, ENEM 2016, enem provas anteriores, simulado do enem 2015, simulados do enem 2015